Sindicatos denunciam medidas adotas pelo banco Santander

Mesmo durante a pandemia, funcionários são submetidos a cobrança de metas inatingíveis e sujeitos a demissão pelo não cumprimento das mesmas

Sindicatos de todo o Brasil fazem nesta terça-feira (16) manifestações para denunciar as arbitrariedades do banco Santander. Estão ocorrendo manifestações em agências e departamentos do banco e a partir das 12h, haverá um tuitaço com a hashtag #SantanderRespeiteOBrasil.

“É importante usarmos de todos os meios possíveis para mostrarmos o que o banco está fazendo com seus funcionários e clientes, inclusive fazemos contatos com veículos de comunicação. O Santander faz publicidade para tentar se fazer de bonzinho. Temos que mostrar que não é bem assim”, disse o secretário de Assuntos Socioeconômicos e representante da Confedereação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) nas negociações com o banco, Mario Raia.

“Temos que mostrar que, mesmo durante a pandemia, os funcionários estão sujeitos ao cumprimento de metas abusivas, que aumentam a cada dia. E quem não as cumpre é demitido”, completou o dirigente, que funcionário do banco. Mario lembrou, ainda, que o banco havia assumido o compromisso de não demissão durante a pandemia e que a cobrança de metas seria amenizada neste período.

fonte CONTRAF CUT

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email