Sindicatos cobram do Santander pagamento de horas extras por feriado antecipado

Banco havia proposto folga compensatória para funcionários que trabalharam na antecipação do feriado de 9 de Julho, em 25 de maio, o que fere o acordo individual firmado diretamente com os trabalhadores que estabelece que hora extra aos feridos e finais de semana não compõem o banco de horas

Sindicatos de bancários de todo o Estado de São Paulo estão se articulando para exigir que o Santander pague as horas devidas aos funcionários que trabalharam no feriado de 9 de julho, antecipado pelo governo do Estado para o dia 25 de maio, em decorrência do Coronavírus.  Na ocasião, o Santander não acatou ao decreto alegando que manteria o feriado de acordo com o calendário.

Mas na última sexta-feira (3) a Febraban emitiu nota informando que o expediente bancário do feriado de 9 de julho seria normal. E o Santander já comunicou que não pagará horas extras, mas dará uma folga compensatória a ser tirada em até 30 dias.

O Sindicato dos Bancários de Jundiaí e região foi um dos primeiros a contestar a folga compensatória porque, como informa o diretor Natal Gomes, o acordo é muito claro e determina que horas extras em feriados e finais de semana não compõem o banco de horas. ‘’Portanto, o banco tem que pagar 100% das horas trabalhadas como horas extras‘’

Os sindicatos destacam que o Acordo Individual de Banco de Horas foi realizado diretamente com os trabalhadores, sem a participação do Sindicato, após a Reforma Trabalhista. ‘’Desta forma, a compensação é sempre prejudicial ao trabalhador, porque a hora extra, sem dúvida alguma, é mais vantajosa para os bancários’’, avalia Natal. Ele lembra que a compensação sempre fica a critério do banco, e nunca do bancário. E, neste caso, o Santander está descumprindo o que ele mesmo propôs.

Natal informa ainda que, caso o banco se mantenha irredutível na questão da compensação de horas, o Sindicato irá acionar a Justiça para o pagamento de 100% das horas extras trabalhadas.

fontes: Seeb Jundiaí e Seeb SP

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email