Proposta 1 vence e eleição da Apcef/SP será 28 de outubro

Com a realização do processo eleitoral em um prazo tão curto, representantes da Chapa 1 às eleições da Apcef/SP temem baixa participação dos associados

Em assembleia virtual, que iniciou às 8h de sexta 9 e se encerrou às 23h59 de segunda 12, os associados da Apcef/SP definiram o dia 28 de outubro como data da eleição que escolherá a nova diretoria da entidade para o triênio 2020/2023. A assembleia contou com 1.266 votantes, dos quais 1.248 votos válidos, sendo 502 votos para a proposta 2, defendida pela Chapa 1, com o apoio do Sindicato dos Bancários de São Paulo, que previa o pleito somente no dia 2 de março; e 746 votos para a proposta 1, que definia a eleição já neste mês de outubro (e era defendida conjuntamente pelas demais chapas concorrentes).

O dirigente da Apcef/SP e da Fetec/SP, que encabeça a Chapa 1 – Nossa Luta, Leonardo Quadros, lamenta o número baixo de votantes. “O total de associados que participou desta assembleia virtual, nestes quatro dias, foi quase quatro vezes menor do que a participação registrada na última eleição para a diretoria da entidade, em 2017. E isso nos deixa apreensivos quanto à participação no pleito, que será realizado em apenas duas semanas, e cuja votação será em apenas um dia”, observa.

“Por isso defendíamos que a eleição ocorresse apenas em março. Assim haveria mais tempo para a divulgação, teríamos passado pelo pior da pandemia de coronavírus, e poderíamos ter mais tempo para o debate democrático acerca de quem vai coordenar essa entidade tão importante na defesa dos direitos dos empregados da Caixa e na luta pela manutenção do caráter público do banco. Infelizmente não foi o que ocorreu, e agora vamos tentar dialogar ao máximo com os associados sobre o que está em jogo nas propostas das chapas concorrentes”, acrescenta Leonardo.

Saiba mais sobre as propostas da Chapa 1 aqui

Sindicato apoia Chapa 1

Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região já manifestou seu apoio à Chapa 1 – Nossa Luta, que representa a continuidade de um trabalho em prol do lazer, da qualidade de vida, e também da defesa dos direitos de bancários da ativa e aposentados da Caixa.

Sob a gestão Nossa Luta, a Apcef/SP atua junto com o Sindicato e com demais entidades representativas dos empregados na defesa de importantes bandeiras como a Caixa 100% Pública.

“Neste momento de desmonte de direitos trabalhistas como um todo e, em especial, de ataques aos direitos dos empregados e ao banco público, eleger uma diretoria na Apcef/SP comprometida com a luta em defesa da Caixa 100% pública é fundamental”, defende a presidenta do Sindicato, Ivone Silva.

Veja a composição da Chapa 1:

fonte Seeb SP

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email