Não sofra calado: denuncie assédio moral no Bradesco

Se você está sofrendo com assédio ou presenciou algo correlato, denuncie ao Sindicato

 

As denúncias de assédio moral cometido por gestores do Bradesco contra bancários vão se acumulando. Nas últimas semanas, o Sindicato dos Bancários de SP vem recebendo novas denúncias relacionadas a assédio seja em agências ou em departamentos do banco, que vem descumprindo seu compromisso em combater esta prática.

Se você está sofrendo com assédio ou presenciou algo correlato, denuncie para o Sindicato, já que, assim, a entidade pode tomar as medidas necessárias. As denúncias têm sigilo garantido e são levadas aos gestores, ao setor de recursos humanos do banco e até mesmo àdireção, caso seja necessário.

Segundo a dirigente sindical e bancária do Bradesco Sandra Regina, as denúncias tem relação principalmente à cobrança de metas abusivas.

“Eles relatam um cenário de terror psicológico, que inclui uma cobrança desproporcional por metas, inclusive fora do horário de trabalho e no telefone pessoal do bancário, gestores humilhando os trabalhadores até mesmo na frente de clientes, com ofensas e ameaças de demissão. É tudo muito grave, e estamos apurando cada um dos casos e agindo conforme a necessidade”, explica Sandra.

> Denuncie assédio moral

Procure o Sindicato

O Sindicato está monitorando todos os locais de trabalho e alertando os bancários. Como as informações estão sendo atualizadas constantemente, deixamos aqui nossos canais de comunicação.

(11) 4806-6650

Horário de Atendimento:

das 9h às 18h

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email