ATUALIZE O SEU CADASTRO

Luta por acordo global com Santander e HSBC

A Contraf-CUT e o Sindicato participam na quinta-feira 14, em Madri, na Espanha, da reunião da UNI Finanças, que visa preparar uma campanha por um acordo marco global com o Santander e o HSBC que obrigue os dois bancos a respeitar as entidades sindicais e os direitos dos trabalhadores em todos os países onde eles atuam.

A iniciativa foi definida em dezembro, durante a Conferência da UNI Europa Finanças, realizada nos dias 10 e 11 de dezembro, em Dublin, na Irlanda, que contou com a presença do presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro, e do secretário-geral, Marcel Barros, e do presidente do Sindicato, Luiz Cláudio Marcolino.

Participam da reunião o secretário de imprensa da Contraf-CUT, Ademir Wiederkehr, e a diretora do Sindicato e coordenadora da Rede Sindical do Santander nas Américas, Rita Berlofa. 

O ponto central da campanha é formar uma aliança global entre todas as entidades sindicais dos países onde há trabalhadores dos dois bancos. 

Na conferência foram definidos dois objetivos para a campanha internacional no HSBC e no Santander: estabelecer um processo concreto de negociação entre as empresas e as entidades sindicais, seja em níveis locais ou global, e garantir o direito de sindicalização dos trabalhadores desses bancos em todos os países e o compromisso de respeitar as convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

“Queremos mostrar ao HSBC e ao Santander que as entidades sindicais filiadas à UNI estão unidas nessa campanha por um acordo marco global. Na segunda semana de fevereiro, todas as entidades sindicais dos países onde os dois bancos estão presentes entregarão documentos às empresas reivindicando a assinatura do acordo global”, disse na conferência Oliver Roethig, principal dirigente da UNI Finanças, que coordena a reunião desta quinta-feira.

Fontes: Fetec/SP e Contraf/CUT

Compartilhe!