ATUALIZE O SEU CADASTRO

Lucro do Santander Brasil cresce 9,5% e atinge R$ 1,7 bilhão no 2° trimestre

O banco Santander Brasil encerrou o segundo trimestre com ganho líquido de R$ 1,766 bilhão, um aumento de 9,5% perante os R$ 1,613 bilhão apurados no mesmo intervalo de 2009. O cálculo leva em conta o padrão internacional de contabilidade, o IFRS.

Nesse critério, o lucro acumulado no semestre foi de R$ 3,529 bilhões, com alta de 44,3% perante os R$ 2,445 bilhões da primeira metade do ano passado.

Pelo padrão contábil brasileiro (BR GAAP), no primeiro semestre do ano o Santander Brasil teve lucro líquido de R$ 2,016 bilhões, ante os R$ 1,006 bilhão apurados no mesmo período do ano anterior. O resultado dos primeiros seis meses de 2010 inclui despesa de amortização de ágio de R$ 1,621 bilhão. As despesas administrativas cresceram 2,5% no período.

O volume de operações de crédito da instituição cresceu 9,9% na mesma base de comparação, totalizando uma carteira de R$ 150,8 bilhões, com destaque para crédito pessoal e cartão de crédito, que apresentaram crescimento de 23,6% e 24,8%, respectivamente.

O Santander encerrou o primeiro semestre com patrimônio líquido de R$ 65,325 bilhões, ante R$ 49, 382 bilhões reportados em junho do ano passado. Vale lembrar que o Banco Central (BC) autorizou em junho um aumento de capital social no valor de R$ 22 milhões.

Os ativos totais consolidados da instituição até junho somavam R$ 374,815 bilhões, um crescimento de 15,7% na comparação a primeira metade do ano passado. Do total, R$ 150,837 bilhões correspondem à carteira de crédito; R$ 92,762 bilhões estão ligados títulos e valores mobiliários e instrumentos financeiros derivativos; e R$ 20,447 bilhões referem-se a aplicações interfinanceiras de liquidez. 

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe!