ATUALIZE O SEU CADASTRO

Itaú Unibanco paga nesta quarta antecipação da PLR aos funcionários

Os funcionários do Itaú Unibanco recebem nesta quarta-feira, dia 27, o pagamento da antecipação da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Cada empregado terá o crédito de 60% da regra básica da PLR, que corresponde a 54% do salário mais o valor fixo de R$ 660,48, com teto de R$ 4.308,60. 

O banco também vai depositar a primeira parcela do adicional da PLR, que será de 2% do lucro líquido do primeiro semestre distribuído de forma linear entre os funcionários. No caso do Itaú Unibanco, o pagamento atingirá o limite de R$ 1.200. 

Pela projeção do lucro do primeiro semestre deste ano, a regra básica da PLR dos trabalhadores do banco deve chegar a 2,2 salários, com teto de R$ 15.798. Já o adicional da PLR deve chegar ao teto de R$ 2.400. 

A segunda parcela da PLR será paga até o dia 1º de março de 2011, conforme prazo estabelecido na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2010/2011, assinada na última quarta-feira, dia 20, entre a Contraf-CUT e entidades sindicais com a Fenaban.

Diferenças de tickets e cesta-alimentação saem dia 12 de novembro

O Itaú Unibanco efetuará o crédito das diferenças de ticket refeição e cesta-alimentação de setembro e outubro no dia 12 de novembro. O vale reajustado passou para R$ 18,15 por dia trabalhado. Já a cesta-alimentação subiu para R$ 311,08.

13ª cesta-alimentação e diferenças salariais serão pagas dia 26 de novembro

Já o crédito da 13ª cesta-alimentação de R$ 311,08 será realizado no dia 26 de novembro, juntamente com as diferenças salariais retroativas a 1º de setembro (data-base da categoria) decorrentes da aplicação do reajuste de 7,5%, o que garante aumento real de 3,08% e atinge 80% dos bancários. Os salários superiores a R$ 5.250 terão correção de R$ 393,75 ou 4,29%, o que for maior. 

“Todas essas conquistas são frutos da campanha nacional dos bancários, comprovando que valeu a pena a greve de 15 dias que fizemos, paralisando bancos públicos e privados em todo o país, mostrando a força da mobilização dos trabalhadores”, destaca o funcionário do Itaú Unibanco e presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro.


Fonte: Contraf-CUT

Compartilhe!