ATUALIZE O SEU CADASTRO

Inadimplência tem maior queda quadrimestral em 10 anos, diz Serasa

A inadimplência do consumidor caiu 5,2% de janeiro a abril na comparação com o mesmo período de 2009, aponta indicador calculado pela Serasa Experian divulgado hoje. É a maior queda registrada no primeiro quadrimestre nos últimos dez anos. O indicador começou a ser calculado em 2000. Na comparação mensal, de março a abril, o índice caiu 1%. No paralelo entre abril de 2009 e abril de 2010, a variação foi de 0,6%

Analistas da Serasa atribuem a redução da inadimplência ao ritmo do crescimento econômico, à evolução do emprego e da renda, à normalização da oferta de crédito ao consumidor e ao maior estímulo à renegociação de dívidas. Eles avaliam, no entanto, que a elevação da taxa básica de juros da economia, a Selic, deve criar pressão sobre a inadimplência no segundo semestre. Os tipos de dívidas que mais contribuíram para a redução da inadimplência na comparação mensal, de março a abril, foram as com cheques (-18,5%) e por protesto (-17%).

Na comparação entre os primeiros quatro meses de 2010 ante o mesmo período de 2009, o valor médio das dívidas com cheques subiu 42,9%, de R$ 844,69 para R$ 1.206,89. A segunda maior elevação foi registrada entre os títulos protestados, que subiram 11,9% na comparação quadrienal, de R$ 1.042,81 para R$ 1.161,20. O valor médio das dívidas com cartões de crédito e financeiras subiu 2,8% na mesma comparação, de R$ 374,91 para R$ 385,51. As dívidas com bancos também tiveram alta, de 1,9%, de R$ 1.333,15 para R$ 1.359,11.

Fonte: Agência Estado

Compartilhe!