Inadimplência das empresas deve continuar caindo, diz Serasa Experian

SÃO PAULO - O novo ciclo de alta nos juros não deverá evitar novas quedas na inadimplência das empresas brasileiras, segundo a Serasa Experian. O crescimento da economia, ainda que menos vigoroso no segundo semestre, continuará proporcionando reduções nos níveis de inadimplência das companhias, afirmam os economistas da instituição.

Em março, o Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência das Empresas caiu 2%, perfazendo 11 meses consecutivos de recuo. 

Já a inadimplência dos consumidores deve reagir de forma distinta. Em março, o índice referente a pessoas físicas subiu 1,5%, atingindo o patamar de 101,6. “A superação dos 100 pontos sinaliza que no segundo semestre, a inadimplência do consumidor deverá esboçar trajetória de elevação, ainda que pequena”, afirma a instituição.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o crescimento acelerado do endividamento dos consumidores ao longo dos últimos trimestres e o novo ciclo de aperto monetário devem contribuir para a elevação dos níveis de inadimplência nesta categoria.

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email