ATUALIZE O SEU CADASTRO

FAT fecha quadrimestre com superávit de R$ 6,3 bilhões

Brasília – O Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) encerrou o primeiro quadrimestre do ano com ganhos de R$ 6,3 bilhões, um aumento de 28,9% em relação ao período janeiro-abril de 2009, quando o resultado foi de R$ 4,9 bilhões.

A informação foi divulgada hoje (27) pelo ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi. Ele disse que o resultado mostra a saúde financeira do FAT e desmonta argumentos negativos a respeito do fundo.
  
O ministro salientou que o fundo é um instrumento importante para os trabalhadores, pois dele saem os pagamentos do seguro-desemprego e do abono salarial, além de financiar a qualificação profissional e a intermediação de mão de obra, por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine), sem contar os 40% que o FAT empresta ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que devolve tudo com juros.

A receita total do FAT aumentou 15,2% este ano, em relação ao ano passado, e as despesas cresceram em ritmo menor, de apenas 4,8%. Dados do MTE mostram que a maior parte dela é oriunda do PIS/Pasep, que arrecadou R$ 9,2 bilhões, ou 24% a mais que em igual período do ano passado. A maior fatia das despesas foi com o seguro-desemprego, que contabilizou dispêndio de R$ 6,6 bilhões no quadrimestre, com aumento de 6%.

 

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe!