Em São Paulo, Bradesco inventa trabalho grátis no fim de semana

Sem pagar hora extra, banco convocou gerentes para workshop entre 17 e 20 de fevereiro; Sindicato cobra devida remuneração ou ao menos compensação dos dias trabalhados com folgas
São Paulo – Imagine você ser chamado para trabalhar no fim de semana e nem ao menos receber por isso. Essa é a situação de parte dos gerentes do Bradesco, alocados em São Paulo, que foram convocados para o Workshop de Gerentes 2017, evento que será realizado entre os dias 17 e 20 de fevereiro.“O Bradesco agendou a programação do evento justo para o final de semana. Os gerentes devem se hospedar na sexta-feira 17, quando já será realizada uma palestra, e participam do evento até às 16h da segunda-feira. Na terça já devem estar de volta aos seus locais de trabalho. Além de interferir na rotina desses trabalhadores, pais e mães de família, que possuem uma vida fora do trabalho, o banco nem ao menos vai remunerá-los”, critica o dirigente sindical e funcionário do Bradesco Márcio Vieira.

Cobrado pelo Sindicato, o Bradesco alegou que os gerentes PA, que possuem controle de jornada, receberão horas extras. Entretanto, os demais trabalhadores que participarão do evento como, por exemplo, gerentes de agência e gerentes regionais não serão remunerados. Ainda de acordo com o banco, a participação no workshop não é uma imposição, e sim um convite.

“Alegar que a participação no workshop é um mero convite não faz sentido. Nenhum trabalhador vai negar tal ‘convite´ e arriscar sofrer consequências dentro do banco diante da sua ausência. Cobramos do Bradesco que, se não rever a agenda do evento, pague horas extras para todos os participantes ou pelo menos compense com folgas os dias trabalhados no final de semana”, conclui Márcio.

Redação Spbancarios

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email