ATUALIZE O SEU CADASTRO

Em Jundiaí gestores do BB tentam impedir conversa de sindicalistas com funcionário

O sindicato dos Bancários de Jundiaí lançou a Campanha “Operação “BB Limpo” com a finalidade de apurar e solucionar casos de assédio moral, não pagamento de hora extra, fraude em ponto eletrônico e sobretudo as péssimas condições de trabalho em que se encontram as agências do banco.

A campanha mal começou e já se deparou com fato inédito na agência  BB/BNC Vila Arens em Jundiaí. Os diretores do sindicato Silvio e Álvaro estavam conversando com uma bancária que queria informações sobre aposentadoria quando foram  interpelados por uma gerente de módulo que desceu do mezanino exclusivamente para perguntar ‘qual era o problema”.

Após a resposta dos dirigentes de que não havia problema algum e que apenas estavam prestando informações para a bancária, a gerente subiu as escadas. Passados aproximadamente dois minutos desceu outro gerente questionando novamente o motivo da conversa e sugerindo que conversassem em outro lugar. Os dirigentes  prontamente responderam que o assunto não era do interesse do gerente e sugeriram que fosse trabalhar em vez de cuidar do que não era sua função. Diante de tamanha afronta à liberdade sindical, os dirigentes contataram imediatamente o regional e expuseram a gravidade do ocorrido, enfatizando que se agem desta maneira com  dirigentes do sindicato, pode-se imaginar como agem no trato diário com funcionários. O gerente geral da agência foi chamado à Regional e, após  tomar conhecimento do ocorrido, foi-lhe cobrado uma ação enérgica no sentido de coibir este tipo de atitude na agência. Em seguida, os diretores do sindicato disseram que vão acompanhar mais de perto o trato dos gerentes daquela unidade com os funcionários e se encontrarem  reincidência ou atos semelhantes, exigirão a punição exemplar dos gestores.

Segundo o diretor Silvio, “este fato expõe o despreparo de alguns gerentes para ocupar a função, já que na promoção o banco não avalia o perfil psicológico, levando em consideração apenas o perfil comercial. O resultado não poderia ser diferente: de vez em quando topamos com aberrações deste tipo!”

“Esta postura tem que ser combatida por todos veementemente  e o sindicato não medirá esforços para banir as atitudes e, se necessário, as próprias pessoas que a praticam”, finaliza  Sílvio.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Jundiaí e Região

Compartilhe!