Eleição para o Comitê de Ética até 27 de agosto

São Paulo - Os funcionários do Banco do Brasil elegem entre os dias 25 e 27 de agosto os seus representantes efetivos e suplentes no Comitê de Ética, criado com o objetivo de combater o assédio moral.

O Sindicato e as federações de bancários apóiam os delegados sindicais Josias Ricardo Soares Cortez e Silvio Zanin para efetivo e suplente pelos seus perfis de combatividade e compromisso com os trabalhadores.

O comitê é um avanço no combate ao assédio moral e foi fruto da mobilização dos funcionários, apesar de ainda não atender à reivindicação de paridade de representação entre banco, funcionários e não prever a participação do Sindicato.

O assédio é caracterizado, por exemplo, pela ameaça de descomissionamento que o banco utiliza para cobrar metas abusivas, levando o trabalhador ao adoecimento. A prática está institucionalizada no banco como comprovam as várias denúncias feitas pelos trabalhadores ao Sindicato, processos na Justiça e relatos na imprensa.

Fonte: Seeb São Paulo

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email