Dia Nacional de Luta no BB: Sindicato de Jundiaí protesta e se reúne com funcionários das agências do centro

Protesto dos bancários é contra condições de trabalho inadequadas e contra falta de respeito com  trabalhadores e clientes

No Dia Nacional de Luta no Banco do Brasil, que ocorre em todo o país nesta sexta-feira (19/01), o Sindicato dos Bancários de Jundiaí e região reuniu-se com funcionários das duas maiores agências da cidade para debater a situação de mais uma reestruturação imposta pelo banco. Por conta da atividade, as agências iniciaram o atendimento com atraso.

De acordo com Álvaro Pires, funcionário do BB e diretor do Sindicato, a intenção do governo é fragilizar o banco para futura privatização. “É por isso que a reestruturação impõe fechamentos de agências e a diminuição de funcionários, o que resulta em prejuízo ao atendimento da população”.

Paulo Malerba, também funcionário do BB e diretor do Sindicato, lembra que a reestruturação traz prejuízos aos funcionários. “As medidas que estão sendo adotadas pela diretoria do Banco do Brasil contra a instituição e contra seus funcionários são muito graves. É realmente triste ver a forma como muitas pessoas que se dedicaram ao longo de anos à empresa são prejudicadas. É um dos resultados deste “novo” Brasil, a partir de 2016”, contesta.

O Sindicato informa que o protesto dos bancários é contra as condições de trabalho inadequadas e também contra a falta de respeito com  trabalhadores e clientes.

“Com essa situação, todos perdem: existe acúmulo de trabalho, pressão para os funcionários e muitas filas para os clientes. Quem utiliza os serviços do banco sofre com tempo de espera que pode passar de uma hora.  Esse é o sintoma deste projeto de governo, conservador e de direita, que vê nas privatizações uma forma de atender interesses de grandes grupos. Somente com união junto ao sindicato vamos resistir a tudo isso”, afirma Silvio Rodrigues, diretor do Sindicato.

O Sindicato cobra que o BB continue a ser um banco importante para o Brasil e, por isso, respeite os funcionários e atenda melhor a população”.

Funcionários e clientes podem colaborar se mobilizando e defendendo esta importante instituição como instrumento de desenvolvimento social e econômico.

Fonte: Seeb Jundiaí

 

clientes aguardam abertura da agência no Dia de Luta do BB

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *