Débitos não autorizados permanecem na liderança das queixas contra bancos

SÃO PAULO – Débitos não autorizados foram os principais motivos das reclamações contra bancos no quarto mês do ano, conforme divulgou o Banco Central. Das 844 reclamações procedentes contra todos os bancos do País no último mês, 135 eram sobre essa operação, que representou 16% do total.

Do total referente à esse tipo de reclamação, 59 foram feitas contra o Banco do Brasil e 28 contra o Bradesco. Em seguida estão o Itaú, com 18 reclamações sobre débitos não autorizados, a CEF (Caixa Econômica Federal), com 14 reclamações desse tipo, o Santander, com 10 e o Banrisul, com duas queixas desse tipo.

O Banco da Amazônia, HSBC, o Banco do Estado do Sergipe e o BRB ficaram empatados com uma reclamação procedente sobre débitos autorizados cada um.

Em março, débitos não autorizados também estavam em primeiro lugar do ranking, com 123 queixas, 15,60% do total de 789 reclamações procedentes de todos os bancos daquele mês.

Outras reclamações
Já a reclamação com o segundo maior número de incidência foi a que se refere a saques e depósitos divergentes, com 56 ocorrências - ou quase 6,7% do total. Nesse caso, as instituições que mais tiveram reclamações desse tipo foram Banco do Brasil, com 28 reclamações, Caixa Econômica Federal (12), Itaú (9), Bradesco (5) e Santander (2).

Em terceiro, com 52 reclamações, ficaram as reclamações referentes às operações não reconhecidas, que representaram 6,16% do total. Na tabela abaixo, é possível verificar as dez principais reclamações de abril: 

Reclamação

Número

Representação

Conta - Débitos não autorizados  

135

16%

Segurança dos meios alternativos -  saques/depósitos divergentes

56

6,7%

Segurança dos meios alternativos - operações não reconhecidas 

52

6,16%

Liquidação antecipada - cálculo valor presente - crédito consignado

40

4,75%

Tarifas - Cobrança irregular - Serviços não contratados

38

4,50%

Ouvidoria - Descumprimento do prazo de resposta

36

4,26%

Circular 3289 - Descumprimento de prazo

34

4%

Restrições aos canais de atendimento convencionais

34

4%

Conta - Encerramento

34

4%

Circular 3289 - Esclarecimentos incompletos/incorretos

33

3,9%

Bancos com mais de um milhão de clientes
De acordo com o levantamento, somente o número de reclamações contra os bancos com mais de um milhão de clientes alcançou 631 casos no mês passado. O número, frente a março, manteve-se estável, uma vez que naquele mês haviam 632 queixas procedentes contra bancos com mais de um milhão de clientes.

Frente ao mesmo mês de 2009, porém, o número de reclamações contra bancos, ainda considerando aqueles com mais de um milhão de clientes, registrou queda de 67,4%, já que naquele mês o total de reclamações somou 1.936. Débitos não autorizados e saques e depósitos divergentes aparecem entre as principais queixas dos correntistas.

Fonte: InfoMoney

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email