Com lucro de R$ 3 bi no 3º trimestre, Itaú Unibanco tem de valorizar bancários

O Itaú Unibanco, maior banco privado brasileiro, fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 3 bilhões, queda de 4,1% em relação ao trimestre anterior, quando registrou lucro de R$ 3,2 bilhões, de acordo com o balanço divulgado nesta quarta-feira, dia 3. 

Em relação ao mesmo trimestre de 2009, o lucro da instituição apresentou alta de 33,7%. Já nos nove meses deste ano, o banco acumula lucro líquido de R$ 9,4 bilhões, alta de 37,6% em relação ao mesmo período de 2009 (R$ 6,9 bilhões). 

“O balanço do terceiro trimestre revela que o lucro do Itaú Unibanco bate novo recorde e avança, mas a greve nacional mostrou enorme descontentamento dos funcionários. O trabalhador não se sente valorizado. O banco precisa olhar para essa realidade e colocar as pessoas em primeiro lugar”, afirma o funcionário do banco e presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro.

Com esta divulgação, o lucro do banco é o maior do setor neste trimestre. Na semana passada, dois bancos divulgaram seus lucros: Bradesco obteve R$ 2,52 bilhões no terceiro trimestre, enquanto o Santander registrou R$ 1,93 bilhão. 

O patrimônio líquido consolidado do Itaú Unibanco totalizou R$ 57,2 bilhões, enquanto o total de ativos consolidado alcançou R$ 686,2 bilhões em 30 de setembro. 

CRÉDITO 

O saldo da carteira de crédito, incluindo avais e fianças, atingiu R$ 313,2 bilhões, com crescimento de 16,6% na comparação com 30 de setembro de 2009. 

No Brasil, o saldo da carteira de crédito pessoa física somou R$ 118,8 bilhões. No segmento de grandes empresas, o saldo da carteira foi de R$ 104,4 bilhões, e no segmento de micro, pequenas e médias empresas chegou a R$ 76,4 bilhões, enquanto que o da carteira de crédito imobiliário alcançou R$ 12 bilhões em 30 de setembro, com crescimento de 52,7% na comparação com o mesmo período de 2009. 

As operações de seguros, previdência e capitalização atingiram R$ 10,8 bilhões nos primeiros nove meses deste ano, em volume de receitas de prêmios. As provisões técnicas nos mesmos segmentos totalizaram R$ 58,5 bilhões. 

Segundo o balanço da instituição, o segmento de veículos do Itaú Unibanco se mantém firme na liderança desse mercado e registrou um bom desempenho no período de janeiro a setembro, atingindo um saldo de R$ 57,3 bilhões em carteira, 13,2% superior ao mesmo período do ano anterior. 

O índice de inadimplência - medido pelo saldo de operações vencidas com prazo superior a 90 dias - ficou em 4,3%, ante 4,6% no final de junho e 5,9% no terceiro trimestre de 2009. 

FUSÃO 

O Itaú Unibanco,que tem atualmente mais de 40 milhões de clientes, concluiu em 24 de outubro a integração de toda sua base de pontos de atendimento pelo Brasil. No total, 998 agências e 245 PABs (postos de atendimento bancário) do Unibanco foram totalmente reformados e integrados aos 3.900 pontos do Itaú, criando assim uma rede de aproximadamente 5 mil unidades em todo o país, todas com a marca Itaú. 

A fusão das duas instituições foi anunciada em novembro de 2008. A previsão do banco era que a migração das agências estivesse concluída em novembro deste ano. 


Fonte: Contraf-CUT com Folha.com

Compartilhe!