Campanha Nacional: Assembléia terça-feira (28/09) às 18:30 horas no Sindicato

Os banqueiros ofereceram 4,29% de reajuste salarial, que repõe apenas a inflação do período pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), num verdadeiro desrespeito às reivindicações dos bancários que reivindicam 11%.

O Comando Nacional dos Bancários orientou os sindicatos para que realizem assembléias em todo país, no próximo dia 28 de setembro.

Desta forma, o Sindicato dos Bancários de Jundiaí e Região estará realizando Assembléia no dia 28 de setembro, à partir de 18:30 horas, na sede do Sindicato (Rua Prudente de Moraes, 843 – Centro – Jundiaí – SP), para discutir a proposta oferecida pela Fenaban e deflagrar greve à partir do dia 29 de setembro (quarta-feira).

É importante a participação de todos!

Veja as principais reivindicações dos bancários:

● 11% de reajuste salarial. 

● Piso salarial de R$ 1.510 para portaria, R$ 2.157 para escriturário (salário mínimo do Dieese), R$ 2.913 para caixas, R$ 3.641 para primeiro comissionado e R$ 4.855 para primeiro gerente.

● PLR de três salários mais R$ 4 mil fixos.

● Aumento para um salário mínimo (R$ 510) dos valores do auxílio-refeição, cesta-alimentação, 13ª cesta-alimentação e auxílio-creche/babá.

● Previdência complementar em todos os bancos.

● Proteção à saúde do trabalhador, que inclua o combate às metas abusivas, ao assédio moral e à falta de segurança.

● Medidas para proteger o emprego, como garantias contra demissões imotivadas e fim das terceirizações.

● Mais contratações para amenizar a sobrecarga de trabalho, acabar com as filas e melhorar o atendimento ao público.

● Planos de carreira, cargos e salários (PCCS) em todos os bancos.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de Jundiaí e Região

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email