Camara de Jundiaí vota redução de jornada

Câmara de Jundiaí vota moção de apoio à redução da jornada PDF Imprimir E-mail
FETEC/CUT-SP   
03 /03 / 2008

Por iniciativa do vereador Gerson Sartori (PT), a Câmara Municipal de Jundiaí vota, nesta terça-feira (04/03), moção de apoio à Proposta de Emenda Constitucional - PEC 393/01 de autoria dos parlamentares Inácio Arruda (PCdoB) e Paulo Paim (PT) que estabelece a redução da jornada legal de trabalho, das atuais 44 horas para 40 horas semanais, sem redução salarial.

“Embora o país vivencie um momento favorável à geração de emprego, a redução da jornada sem redução salarial contribuirá ainda mais para a criação de novos postos de trabalho”, salienta o vereador Gerson Sartori, ao lembrar que também está em jogo a melhoria da qualidade de vida e de saúde dos trabalhadores.

Na avaliação do parlamentar, a moção tem grandes chances de ser aprovada, favorecendo a realização de uma audiência pública para debater na região os benefícios decorrentes da mudança constitucional.

A votação está prevista para as 9h e deverá contar com a presença de representantes de 20 sindicatos de trabalhadores da região, dentre os quais o Sindicato de Bancários de Jundiaí e Região, que também organizam, para o próximo sábado (08/03), ato em defesa de redução da jornada.

“Aproveitaremos a comemoração do Dia da Mulher para distribuir lembranças e coletar assinaturas favoráveis à PEC 393/01. Será um showmício a partir das 9h, na Praça da Matriz, em Jundiaí”, avisa o diretor do Seeb/Jundiaí, Douglas Yamagata.


Lucimar Cruz Beraldo

 

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email