Caixa recua e anula decisão de fracionar jornada de trabalho de seis horas

A Caixa fez o recuo três dias depois de a Contraf-CUT denunciar a iniciativa da empresa como uma tentativa unilateral de flexibilizar a jornada de trabalho.

A Caixa Econômica Federal divulgou circular interna nesta quinta-feira 4 de fevereiro anulando a decisão anunciada no dia 29 de janeiro de permitir a ampliação em 45 minutos do descanso diário regulamentar de 15 minutos, com a consequente compensação desse tempo ao final da jornada. 

A Caixa fez o recuo três dias depois de a Contraf-CUT denunciar a iniciativa da empresa como uma tentativa unilateral de flexibilizar a jornada de trabalho, violando o acordo aditivo à Convenção Coletiva da categoria.

“Em face do retorno à mesa permanente de negociação das discussões sobre a opção de ampliação do intervalo na jornada de 6h, torna-se nula a CI SUAPE/GERET 008/2010″, afirma a Caixa na circular interna, acrescentando que serão desconsideradas as adesões que já haviam sido feitas.

Compartilhe!