Caixa: “Monitoramento comportamental” de empregados e aumento de metas

Empregados podem ser pontuados até por uso de celular durante o trabalho, novo aumento nas metas também foi divulgado aos empregados

A Caixa lançou, recentemente, o normativo CR 444 000, que trata do Programa de Incentivo às Práticas de Vendas Qualificadas (PQV). Entre as condutas que passarão a ser monitoradas e passíveis de punição estão o mau humor, uso de celular, alimentar-se durante o atendimento e “apontar o dedo”.

O PQV cria o conceito de “falha comportamental”, que pode ser apontada e corrigida por procedimento correcional ou instauração de processo administrativo, o que é bastante preocupante. Além disso, não deixa claro quais seriam essas ações para correção.

Incremento nas metas para os trabalhadores

Nesta quinta-feira (12), sindicatos de todo o país receberam denúncias sobre mais um reajuste de metas apresentado pela Caixa, sem aviso ou diálogo com os trabalhadores.  Há casos em que as metas foram duplicadas e triplicadas. Com pouco mais de 30 dias para o fechamento do semestre, os empregados não terão tempo hábil para alcançar o que foi imposto pela Caixa.

A Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) já entrou em contato com a direção do banco e aguarda uma solução rápida para os trabalhadores. A coordenadora da Comissão, Fabiana Uehara Proscholdt, explicou que as reclamações começaram ainda no dia anterior – na quarta-feira (11) – e mesmo com várias reivindicações dos movimentos sindicais, a Caixa continua desrespeitando os empregados. 

Denuncie ao Sindicato todo tipo de pressão ou ameaça através dos números (11) 4806-6650 (PABX), (11) 4806-6651 (WhatsApp Business) ou ainda, diretamente para um dos diretores.

Fonte: APCEFSP / SeebDF com edições do Seeb Jundiaí

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email