CAIXA: Fim da Terceirização está próximo!

Fim da terceirização na Caixa Federal
Depois de vários anos de pressão do Sindicato, empresa se compromete a acabar com a prática



 Os empregados da Caixa obtiveram importante vitória na luta por condições dignas de trabalho. A empresa assinou na segunda, dia 2, no Ministério Público do Trabalho (MPT), termo de ajustamento de conduta para acabar com a terceirização na atividade-fim até junho de 2009.

Mesmo com a gradual substituição de terceirizados por concursados que ocorre desde 2004, existem ainda cerca de nove mil terceirizados na Caixa.

“Mesmo com esse avanço, os empregados devem manter a pressão pela criação de 30 mil novas vagas”, diz o Presidente do Sindicato dos Bancários de Jundiaí e Região, Paulo Santos Mendonça.
Mobilização –
Os empregados estão mobilizados pela conquista de um novo Plano de Cargos e Salários (PCS), negociação conquistada pelos empregados durante a última campanha nacional.

Na negociação de 3 de junho, a Caixa concordou em reduzir o número de níveis da tabela – a proposta da empresa tem 72 níveis e os empregados defendem 36 –, aceitou as propostas dos trabalhadores para as promoções por merecimento e incluir os Técnicos Bancários Superiores (TBS) no novo PCS.

No entanto, a Caixa insiste na vinculação do PCS ao saldamento do Reg/Replan e diz não ter condições de oferecer compensação para o período que os empregados ficaram sem promoção por merecimento.

Nova negociação ocorre no dia 17 de junho. Caso não haja novos avanços, os empregados fazem assembléia no dia 26 para eleger delegados para plenária nacional que acontece em 28 de junho.



Jair Rosa - 10/06/2008


Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email