CAIXA: Departamento Jurídico do Sindicato inicia coleta de documentação para fase de cálculos da ação de “Quebra de Caixa”

Em novembro do ano passado transitou em julgado (não cabe mais recurso) a ação coletiva movida pelo Sindicato de Jundiaí contra a Caixa que discutia o pagamento da quebra de caixa para os empregados do banco (caixas e tesoureiros).

Em 2017 o Sindicato entrou com o processo cobrando judicialmente a gratificação de quebra de caixa para todos os caixas e tesoureiros.

” A ação foi julgada procedente e agora daremos início à execução do processo para cobrança dos créditos devidos”, informa o Departamento Jurídico do Sindicato.

O Sindicato informa que o processo está em fase de execução. Desta forma, é necessário que tanto os bancários da ativa quanto os aposentados (desligamentos à partir de 2015) forneçam o histórico de função.

 

Público Alvo

:: Empregados da Ativa: O Sindicato informa que o histórico de função deve ser emitido a partir de 2012, com comprovação do exercício da função de caixa/tesoureiro até o momento. Este histórico está disponível no 4.1 do RedeCaixa.

:: Empregados já desligados: O processo só vale para quem saiu a partir de 2015, entre em contato para mais informações.

 

Prazo Curto

O Sindicato alerta que os prazos são curtos. ‘’Quando a listagem chegar em nossas mãos, teremos apenas dez dias para conferir os nomes, por isto é muito importante que a documentação seja providenciada o quanto antes’’, informa Sergio Kaneko, diretor do Sindicato e empregado Caixa.

A documentação pode ser encaminhada das seguintes maneiras:

:: Enviada diretamente para o e-mail atendimento@bancariosjundiai.com.br

:: Pelo WhatsApp do Sindicato 11 4806-6651

:: Diretamente para um de nossos diretores em ocasião de visita à agência

 

 

fonte Seeb Jundiaí

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Responda nosso questionário