ATUALIZE O SEU CADASTRO

Bradesco figura entre as 100 maiores marcas do mundo mas não negocia

O Bradesco aparece em 98º lugar na lista das cem marcas mais valiosas do mundo, divulgada nesta sexta-feira, dia 30, pela consultoria britânica Millward Brown. O banco brasileiro foi avaliado em US$ 7,450 bilhões. A Petrobras também aparece na relação, na 73ª colocação, valendo US$ 9,675 bilhões.

A primeira colocação, pelo quarto ano seguido, ficou com Google, com valor estimado em US$ 114,2 bilhões, 14% a mais que no ano passado. Completam as cinco primeiras colocações a IBM (US$ 86,383 bilhões), Apple (US$ 83,153 bilhões), Microsoft (US$ 76,344 bilhões)e Coca-Cola (US$ 67,983 bilhões).

“Os bancários são os grandes responsáveis pelo bom resultado do banco e, por isso, vamos retomar nossa campanha por valorização. Exigimos auxílio-educação, plano de cargos e salários decente, participação baseada nas receitas de prestação de serviços e também vamos cobrar a inclusão dos pais no plano de saúde”, destaca a secretária-geral do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Juvandia Moreira.

“Está na hora de o Bradesco valorizar os seus funcionários, retomando as negociações com as entidades sindicais para discutir a melhoria das condições de trabalho e avanços sociais”, reforça a diretora da Contraf-CUT e coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco, Elaine Cutis.

Lucro

O Bradesco divulgou na quarta-feira, dia 28, o balanço do primeiro trimestre de 2010 e o lucro chegou a R$ 2,103 bilhões - o maior da história entre bancos privados de capital aberto no Brasil.


Fonte: Contraf-CUT com Seeb São Paulo

Compartilhe!