Medidas também estão sendo criadas para proteger trabalhadores e clientes que fazem parte do grupo de risco

Após serem cobrados pelo Comando Nacional dos Bancários, que enviou ofício à Fenaban na quinta-feira (12), bancos de todo o país estão anunciando uma série de medidas para conter a disseminação do coronavírus entre seus funcionários e clientes.

Bradesco, Santander, Itaú e Banco do Brasil já anunciaram o afastamento de funcionários que fazem parte do grupo de risco, como gestantes, cardíacos, doentes crônicos, pacientes em tratamento de câncer e pessoas acima dos 60 anos.

‘’Esses bancos já anunciaram que devem implantar a rotina de home office em algumas áreas, como forma de reduzir a densidade de pessoas nos locais de trabalho e em circulação pelas cidades’’, informa Douglas Yamagata, secretário geral do Sindicato dos Bancários de Jundiaí e região. ‘’Além disso, diretores regionais dos bancos já estão orientando que clientes sejam atendidos de forma contingenciada, ou seja, por grupo de pessoas’’, informa.

O Santander anunciou que irá antecipar 100% do 13º salário (as duas parcelas) e aumentar em 10% o limite do cartão de crédito de todos os funcionários que não têm dívidas em atraso com o banco.

O Banco do Brasil determinou que funcionários pertencentes ao grupo de risco devem trabalhar prioritariamente em isolamento em casa. Caso o trabalho não seja possível em home-office, o bancário, que faz parte do grupo de risco, deverá ser liberado para ficar em casa, à disposição do banco. Também estão dispensados menores aprendizes e estagiários.

O Sindicato contesta a falta de orientação por parte do governo. ‘’É uma falta de responsabilidade do governo federal não dar nenhuma orientação sobre o atendimento nos bancos. Coube aos sindicatos procurarem os banqueiros para apresentar propostas de prevenção ao coronavírus”

“Esperamos que as medidas já tomadas não sejam apenas orientações, mas determinações a serem cumpridas e que os bancos tomem novas providências, de acordo com a evolução da doença no país”, conclui Douglas.

Mais informações sobre as novas medidas e orientações dos bancos para contenção do vírus podem ser obtidas no site oficial do Sindicato dos Bancários de Jundiaí e região www.bancariosjundiai.com.br

fonte: Seeb Jundiaí e Contraf-CUT

____________________________________________________________________________

O secretário-geral do Sindicato dos Bancários de Jundiaí e região, Douglas Yamagata, fala sobre as medidas já tomadas por bancos na prevenção contra a escalada do #Covid19 e aborda a falta de orientação por parte do governo federal sobre o procedimento nas agências.

Douglas Yamagata, secretário geral do Sindicato de Jundiaí e região

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email