Bancários de Jundiaí e região entregam mais de meia tonelada em alimentos para ‘Casa de Nazaré’

Sindicato arrecadou produtos com bancários da base de Jundiaí e região. Categoria segue agora ajudando famílias carentes com produtos de higiene e limpeza

Em menos de um mês o Sindicato dos Bancários de Jundiaí e região conseguiu arrecadar mais de meia tonelada em produtos da cesta básica, como arroz, feijão, óleo, macarrão, farináceos e biscoitos.

A Campanha ‘Sindicato Solidário’ de abril foi direcionada para a entidade Casa de Nazaré, que abriga jovens e crianças, encaminhados pela Justiça, por estarem em situação de risco, como abandono, negligência e maus tratos.

Sindicato entrega arrecadação de bancários a coordenadores da Casa de Nazaré

 

 

Paulo Malerba e Douglas Yamagata entregam os produtos arrecadados para a Casa de Nazaré

 

A partir de agora a entidade passará a atender idosos. De acordo com Maria Aparecida da Silva, coordenadora da entidade, a doação veio em bom momento. “Além de ajudar as crianças abrigadas e, em breve os idosos, auxiliará outras entidades e famílias a quem ajudamos”.

Paulo Malerba, presidente do Sindicato, enfatiza a solidariedade da categoria. ‘’Só em arroz, os bancários doaram mais de 230 quilos, comprovando que nossa categoria está engajada em ajudar quem está atravessando um momento de grave ameaça, com a fome a miséria tomando conta de milhares de lares no país’’.

Malerba informa que a Campanha irá se manter durante toda a pandemia. ‘’Nossa região tem entidades que atuam de forma muito séria na área social e, por isso, entregamos toda nossa arrecadação às elas, que já atuam diretamente com essas famílias’’

Confira o documento de produtos arrecadados

Com o total de arrecadação, o Sindicato também conseguiu ajudar o Projeto Buscar, de Campo Limpo Paulista, que atende, jovens, crianças, idosos e dependentes químicos. Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas no site http://institutobuscar.com.br/

Pobreza menstrual


Milhares de mulheres e jovens do Brasil enfrentaram a pobreza menstrual, com a dificuldade de acesso a absorventes higiênicos, ambientes seguros e limpos para utilizá-los e o direito de administrar a menstruação sem constrangimento.

Essa dificuldade se intensificou durante a pandemia e, por isso, o Sindicato, junto com sua base, já arrecadou e continuará a arrecadar absorventes higiênicos, além de produtos de higiene pessoal, como pasta de dentes, escova dental, sabonetes e shampoos, e produtos de limpeza, como sabão e água sanitária.

Para ajudar, basta entregar esses itens na sede do Sindicato ou entrar em contato com nossa diretoria para a retirada em sua agência bancária.
Mais informações podem ser obtidas em nosso WhatsApp Business 11 4806 6651

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email