Bancários de todo o país se mobilizam contra demissões nesta 5a feira (15)

Nesta quinta-feira (15), bancários e sindicatos de todo o país se mobilizam contra o alto número de demissões realizados por bancos em plena pandemia.

”O Dia Nacional de Luta Contra as Demissões é uma denúncia sobre a quebra de compromisso das instituições bancárias de não demitir durante a pandemia do novo coronavírus”, informa Juvandia Moreira, presidente da Contraf-CUT.

Ela destaca que a pandemia não acabou, mas o Santander demitiu mais de mil bancárixs em 2020. Outras 400 demissões foram feitas pelo Itaú, e o Bradesco se nega a cancelar as 427 demissões realizadas até o momento. O Banco Mercantil do Brasil demitiu 18 bancárixs somente em setembro.

Além da mobilização em frente às agências, os bancários também farão tuitaços para sensibilizar bancos e sociedade.

Nesta quinta-feira, as hashtags usadas serão

#QuemLucraNãoDemite

#BancosParemDeDemitir

Em plena pandemia

Itaúo Santandero Bradesco e o Mercantil do Brasil estão demitindo funcionários em plena pandemia. “Todos estes bancos, haviam se comprometido em não demitir funcionários durante a pandemia. Mas, mesmo tendo lucros bilionários, desrespeitaram esse compromisso e colocaram mães e pais de família na rua da amargura, em plena pandemia”, observou a presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira.

“Com as demissões, os bancos contribuem para o aumento do desemprego no país, que já era alto, e dificultam a recuperação da economia”, concluiu Juvandia.

Em Jundiaí também haverá mobilização no centro da cidade contra as demissões.

fontes ContrafCUT com edição da Seeb Jundiaí

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email