Bancários de Jundiaí e região aprovam minuta de reivindicações

Minuta será apresentada à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na quinta-feira (23)

Sindicatos de bancários de todo o país realizaram assembleias nesta segunda e terça-feira (20 e 21) para aprovar a minuta de reivindicações da categoria, apresentada na 22ª Conferência Nacional, ocorrida no sábado (18).

Na base de Jundiaí, a votação teve início às 18 horas da segunda-feira (20) e se encerrou às 18 horas desta terça (21), com 100% dos votos válidos aprovando a minuta.

Em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus, as assembleias de todo os país foram virtuais.

Em algumas regiões as assembleias prosseguem até às 22 horas de hoje. Em seguida à aprovação, a minuta será apresentada à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na quinta-feira (23), às 14h30.

Confira os principais pontos reivindicados pela categoria: 

Índice

Foi aprovada a reivindicação de reajuste de inflação mais 5% de aumento real nos salários e todas as cláusulas econômicas.

Home office

Inclusão na minuta de uma cláusula para regular o trabalho home office, que não pode ser imposto pelo banco, para estabelecer, entre outras coisas, que os custos do teletrabalho sejam arcados pelos bancos, assim como o fornecimento para os equipamentos de trabalho e ergonômicos. E que haja rodízio, ou seja, o funcionário não fiquei 100% em casa.

Metas abusivas

Atualização da cláusula já existente que trata sobre a estabelecimento e a cobrança as metas pelos bancos, uma vez que um dos eixos da campanha será a luta pela saúde e melhores condições de trabalho para a categoria.

Defesa dos bancos públicos e PLR

A campanha terá como prioridade a manutenção dos empregos e dos direitos, a defesa dos bancos públicos e o reajuste do valor da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) pelo mesmo índice da campanha.

Demais cláusulas

As demais cláusulas hoje presentes na CCT foram mantidas na minuta de reivindicações.

Reivindicações sobre as cláusulas econômicas

  • Salário de ingresso: R$4.595,60
  • Salário de Caixa + Gratificação: R$6.204,06
  • Primeiro Comissionado: R$7.812,52
  • Primeiro Gerente: R$10.340,10
  • Auxílio Refeição: 23 tíquetes de R$45,43
  • Auxílio Alimentação: R$1.045,00
  • Auxílio Creche/Babá: R$1.045,00
  • PLR: 3 salário + R$10.742,91

Fonte Contraf CUT e Seeb Jundiaí

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email