ATUALIZE O SEU CADASTRO

SANTANDER: O banco do terror!

OUÇA NA RÁDIO CIDADE JUNDIAÍ

730 AM

Neste fim de semana, diversos Spots sobre o banco Santander.

Aos bancários, clientes e à população

 

A crueldade no Santander

 

Centenas de trabalhadores do banco Santander estão sendo demitidos. Todos os dias, funcionários com mais de 20 anos de casa, prestes a ingressar na estabilidade prevista para a pré-aposentadoria ou após retornar de afastamentos por doenças contraídas devido ao péssimo ambiente de trabalho, todos eles pais e mães de família são surpreendidos com a dispensa. Crueldade e humilhação é o que o banco do valor das idéias destina a seus funcionários.

Os bancários do Santander são pressionados, ameaçados para vender, cumprir metas absurdas. Empregados qualificados são demitidos sem critério nem respeito aos seus históricos. A rotina é tão nefasta que milhares de trabalhadores pedem, literalmente, pra sair, somando-se aos outros tantos já dispensados.

O resultado dessa péssima administração reflete-se no atendimento ao cliente. E não adianta patrocinar campeonato de futebol, não tem propaganda bonita, com ator famoso, que consiga consertar os estragos causados pelas imensas filas e as altas tarifas cobradas.

O banco espanhol está no Brasil há cerca de 20 anos. Em 2000 comprou o Banespa e de lá para cá, apesar de desmontar o banco estadual e demitir milhares de trabalhadores, cresceu muito. Em 2007, o Santander alcançou lucro líquido de R$ 1,86 bilhão, crescimento fantástico de 48% sobre os R$ 1,26 bilhão obtidos no ano anterior, dinheiro todo remetido para a Espanha.

Os bancários precisam contar com a solidariedade do cliente e usuário. Para acabar com as demissões, por um ambiente de trabalho digno e por atendimento de qualidade, como todos merecemos. Solidariedade é uma palavra muito cara aos brasileiros, mas da qual os administradores do Santander parecem nunca ter ouvido falar.

 

Compartilhe!