Santander decepciona e não paga PLR cheia para todos

São Paulo – A direção do Banco Santander informou nesta terça (14/02) que pagará a PLR de 2,2 salários aos empregados que ganham até R$ 6.000. A quem recebe acima desse valor, o crédito corresponderá a 1,96 salário.

Ainda segundo o Santander, o pagamento da PLR cheia a quem ganha até R$ 6.000 abrange cerca de 80% dos bancários. “O banco obteve lucro de R$ 7,8 bilhões de 2011 e poderia ter pagado os 2,2 salários para todos os funcionárioso. Lembramos que 5% do lucro líquido é o mínimo a ser destinado aos empregados”, afirma o diretor do Sindicato, Antônio Cortezani. 

Enquanto o banco nega a PLR cheia a todos os bancários brasileiros, na Espanha a instituição financeira pagou 60 milhões de euros em bônus a um alto executivo – cerca de R$ 136 milhões, o que equivale a 19 prêmios de R$ 7,5 milhões da Mega Sena. Os trabalhadores brasileiros são os maiores responsáveis pelo desempenho mundial do banco espanhol, e desta forma deveriam ser mais valorizados pela empresa.

Junto com a PLR, todos os funcionários receberão o valor adicional que corresponde à distribuição linear de 2% do lucro líquido com o teto de R$ 2.800. Do montante será descontada a primeira parcela da PLR e do adicional pagas em 2011.

Além disso, fruto da conquista em acordo coletivo aditivo, os trabalhadores também receberão o Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) cujo valor mínimo destinado a cada funcionário é de R$ 1.500, que não podem ser descontados da PLR da categoria.

Fonte: Seeb Jundiaí com informações do São Paulo

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email