Novo Plano da Funcef tem 98,9% de adesão dos novos empregados da Caixa

 

Novo Plano da Funcef tem 98,9% de adesão dos novos empregados da Caixa

 
Em 2012, 98,9% dos empregados admitidos na Caixa Econômica Federal aderiram ao Novo Plano da Funcef no momento da contratação. Foi o maior percentual registrado desde 2006, ano de criação desse plano. Esse alto índice de adesões revela a importância que os trabalhadores do banco vêm dando à necessidade de programar seu padrão de vida na aposentadoria.

Segundo números divulgados pela Comunicação Social da Funcef, o total de participantes da Fundação saltou de 82 mil, em 2006, para mais de 127 mil em 2012. A meta, nesse caso, é atingir 98% de adesão dos empregados da Caixa até o fim do ano. Atualmente, esse percentual está próximo a 96%.

A busca para que nenhum empregado da Caixa fique fora da Funcef conta, ao longo dos últimos anos, com o empenho das entidades representativas. Esse esforço, aliás, foi determinante para a mudança desse quadro no âmbito da Fundação.

No que se refere à segurança futura oferecida pela previdência complementar, o lugar dos empregados da Caixa que ainda estão fora da Funcef é juntar-se aos colegas que já fizeram a opção. Os diretores e conselheiros eleitos pelos associados entendem ser necessário continuar envidando o máximo de esforço para que todos os empregados da Caixa, sem exceção, participem da Fundação, como integrantes do plano de benefícios e como co-participantes das decisões de gestão, das quais serão beneficiados.

O entendimento é de que as campanhas de incentivo à adesão, debates sobre a importância de se tomar atitudes providentes, oferta de informações e de formulários de adesão nos cursos de integração para novos contratados pela Caixa, nas unidades da empresa, nos eventos e nos mais diferentes fóruns de que participam os empregados, precisam continuar acontecendo, inclusive de forma mais elaborada e efetiva.

Hoje, a Funcef é um fundo de pensão sólido e dinâmico. Tem composição paritária nos seus órgãos de gestão e possui ainda quatro comitês de assessoramento: Benefício, Investimento, Ética e de Qualidade das Informações Contábeis de Auditoria, todos eles também compostos paritariamente.

Esses avanços na democratização da gestão são resultado da luta de longos anos levada adiante pelas entidades representativas dos empregados da Caixa. O desafio, agora, é consolidá-los e ampliá-los na perspectiva de assegurar eficiência nos investimentos e melhoria dos benefícios.

Novo Plano

O Novo Plano é o único aberto para adesões e tem como uma das suas principais vantagens a contribuição paritária, em que a cada real depositado pelo titular a Caixa deposita mais um. Hoje, o plano conta com mais de 50 mil participantes e é uma importante conquista dos empregados da Caixa, resultado de um prolongado processo de negociação entre entidades representativas dos participantes, Funcef e patrocinadora.

Além de uma renda complementar vitalícia, a cobertura do Novo Plano garante renda continuada à família do titular em caso de invalidez ou morte; dedução tributária no Imposto de Renda até o limite de 12% da renda bruta anual, além de uma linha de crédito facilitado com taxas de juros reduzidas. Quando se aposentar, o participante ainda poderá sacar até 10% do saldo total acumulado e, caso se desligue da Caixa, poderá sacar o saldo líquido existente em sua conta.

Fonte: Contraf-CUT com Agência Fenae

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email