Fenaban enrola de novo. Negociação prossegue nesta terça(21) às 18 horas.

A federação dos bancos (Fenaban), numa flagrante prova de desrespeito aos bancários, desperdiçou , por mais um dia a mesa negocial e não apresentou proposta nova para os trabalhadores.

Na primeira reunião, na quinta, 16, os banqueiros apresentaram números considerados ruins pelo Comando Nacional dos Bancários e que foram prontamente rejeitados.

Na sexta, 17, e na segunda, 20, mais duas rodadas e nenhum resultado, nada de proposta. Na quinta-feira, 23, encerra-se o prazo dado pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para que a campanha dos bancários seja decidida na mesa de negociação. Caso isso não aconteça, o tribunal já avisou, vai julgar o dissídio.

A Fenaban, de olho no que pode faturar no TRT – decisões judiciais tradicionalmente têm resultados ruins para os trabalhadores –, oficiou o tribunal dizendo que os bancários permanecem em greve. Os banqueiros solicitaram ao desembargador Nelson Nazar – que fez a audiência de conciliação no dia 14 – que inclua a Contraf e a Fetec-CUT/SP no dissídio de greve.

Os bancos federais estão comprometidos em cumprir os parâmetros da Fenaban. Ou seja, essas empresas aguardam os resultados dessa negociação para finalizar suas propostas para questões específicas. 

Em função do horário da rodada de negociação desta terça-feira, a partir das 18h, o sindicato não realizará assembléia hoje em sua sede,

Fonte: FETEC CUT SP / SEEB Jundiaí

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email