ATUALIZE O SEU CADASTRO

Empresa revolta empregado da Caixa

Os empregados que exercem função técnica na Caixa Federal estão indignados com um possível comunicado da direção da empresa de que em 2010 terão a diminuição da jornada de trabalho de oito horas para seis horas, mas com redução no salário que pode chegar a 25%.

A informação teria sido feita em uma reunião com alguns gerentes, em Brasília, cuja medida pode ser considerada um dos maiores ataques já vistos contra os empregados.

Há de se lembrar que o movimento sindical bancários sempre defendeu a jornada de seis horas para os bancários, mas nunca que isso implique em redução de salários ou direitos.

Na negociação do dia 3 de dezembro sobre o Plano de Cargos Comissionados (PCC), os representantes dos trabalhadores haviam cobrado uma solução da Caixa para os cargos de seis horas e de oito horas.

 

Vale lembrar que o trabalho do bancário é de seis horas. Quem criou duas jornadas na empresa foi a própria Caixa. Cabe a ela resolver o problema, mas sem que os empregados sejam prejudicados com a redução no salário.

 

Na sexta-feira, dia 18, os dirigentes sindicais de todo o país se reunirão em plenária para discutir formas de mobilização contra a medida arbitrária da instituição financeira.

Fonte: Seeb SP

Compartilhe!