Demissões no Safra

Na última quarta-feira, dia 10 de dezembro o presidente do Sindicato, Paulo Santos Mendonça, juntamente com o diretor Adelmo Luiz Sampaio realizaram reunião na agencia do Banco Safra em Jundiaí para esclarecer aos funcionários.
 
 
Safra suspende demissões, após intervenção do Sindicato
As demissões no banco Safra estão suspensas. Esse foi um dos resultados da reunião desta sexta-feira, 5 dezembro, entre representantes do Sindicato e da direção do banco. As dispensas só serão permitidas em casos como problemas de performance, pedidos de demissão e aposentadoria.

Também ficou garantido que os cerca de 200 bancários demitidos, nos últimos dias da área de crédito consignado, terão prioridade na contratação com reaquecimento do segmento de crédito na economia brasileira.

De imediato será preparado um programa de realocação no mercado que será posto a disposição desses trabalhadores. O departamento de recrutamento e seleção da instituição financeira ficará a cargo de orientar a formulação de currículos e tentar buscar neste segmento possíveis postos para a reinserção desses profissionais no mercado de trabalho.

“A reunião trouxe resultados positivos e reduz o clima de insegurança criado no banco. Vamos acompanhar de perto a situação dos bancários para garantir seus direitos”, disse Luiz Cláudio Marcolino, presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. “As propostas de suspensão das demissões e estabelecimento de medidas para proteger o emprego e reduzir o impacto das demissões na crise estão sendo reivindicadas banco a banco, na Assembléia Legislativa de São Paulo (Alesp), no Congresso e junto ao governo federal. O emprego e a renda são fundamentais para o desenvolvimento econômico”, destacou.

Novas contratações – Haverá a contratação de cerca de 180 profissionais a partir de janeiro para trabalhar na área de captação de crédito pessoa física. O trabalhador dispensado que tiverem o perfil desejado para esse segmento, poderá ser recontratado pelo banco.

- 05/12/2008

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Toda a categoria, mesmo quem não é sindicalizado, pode participar e indicar as prioridades para a Campanha Nacional até o dia 03 de junho. Participe!