CUT e movimentos sociais vão para as ruas em 6 de julho para pressionar por mais mudanças no Brasil

6 de Julho é Dia Nacional de Mobilização da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e dos movimentos sociais (MST, Central de Movimentos Populares, Marcha Mundial de Mulheres e Via Campesina). Milhares de trabalhadores vão realizar, em diversas cidades do Brasil, atos de rua, paralisações em empresas de todos os setores e no serviço público, passeatas, panfletagens e protestos.

Nós vamos realizar essas mobilizações porque queremos mostrar que a maioria da população quer mais mudanças no Brasil. As mobilizações do dia 6 de julho têm como objetivo pressionar os patrões e o governo federal, os governos estaduais, as prefeituras, os deputados e os senadores para que eles atendam as reivindicações e promovam as mudanças.

O que queremos:

– aumentos reais de salário neste segundo semestre

– menos impostos para quem vive apenas do salário ou da aposentadoria

– todos os direitos trabalhistas para quem é terceirizado

– fim do fator previdenciário

– melhores aumentos para todas as aposentadorias

– trabalho decente para todos

– que as empresas e os bancos sejam proibidos de dar dinheiro para candidatos a cargos políticos

– que 10% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil sejam investidos em educação pública

– comida mais barata para o povo. Isso só será possível com reforma agrária e apoio aos pequenos produtores agrícolas

– redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, sem redução de salário

– fim da violência na área rural e nas florestas

– fim do imposto sindical e liberdade para os trabalhadores decidirem como e quando financiar seu sindicato

– que os aeroportos não sejam privatizados

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email