Brasileiro é o mais satisfeito com seu padrão de vida dentre os BRICs

São Paulo – Um estudo da Gallup divulgado hoje mostra que o padrão de vida nos BRICs não está diretamente relacionado ao crescimento econômico deles. Pelo menos segundo a opinião dos cidadãos de cada país. O Brasil, que registrou o menor crescimento do PIB no bloco em 2011, saiu-se bem quando o assunto foi a satisfação dos moradores.

Dentre os cinco países que compõe o bloco (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) o Brasil é o que possui a maior parte de sua população satisfeita com seu padrão de vida (77%). Somente China e Índia também tiveram a maioria de seus cidadãos satisfeitos, sendo 72% na China e 61% na Índia, em 2011. 

A liderança brasileira também se dá quanto à satisfação de acordo com os níveis de renda. Tanto pobres quanto ricos brasileiros são mais satisfeitos que seus equivalentes nos outros BRICs. O estudo afirma que isso pode ser um reflexo da relativa estabilidade econômica durante o governo Lula.

No Brasil, 87% dentre os 20% mais ricos estão satisfeitos – e 67% dos 20% mais pobres. Na China, medalha de prata nessa categoria, a relação é de 81% dos ricos e 53% dentre os mais pobres. Na África do Sul há a pior relação: 67% e 30%, respectivamente. 

A diferença é a menor, mas, entre 2010 e 2011, o Brasil foi o país dos BRICs que registrou o maior aumento da diferença de satisfação entre ricos e pobres. A diferença era de 10 pontos percentuais em 2009 e caiu para 5 em 2010 – para depois chegar a 20 pontos percentuais em 2011. Na Rússia, ela também subiu, de 15 para 18 pontos percentuais entre 2010 e 2011. Nos outros países, a diferença é bem maior – tendo chegado a 51 pontos percentuais na índia em 2009 – e cai desde 2009. 

Já entre os mais ricos e os mais pobres que acreditam que seu padrão de vida está melhorando, o Brasil ocupa o segundo lugar, perdendo para os chineses. Lá, 87% dos mais ricos acreditam que seu padrão de vida está melhorando – ante 71% dos mais pobres. No Brasil, os crentes são 79% dos mais ricos e 53% dos mais pobres. 

Expectativas

Se o Brasil lidera entre os satisfeitos, ele perde para a China quando o assunto é expectativa. Somente nesses dois países a maioria da população acredita que o padrão de vida está melhorando. Na China, a líder de crescimento do PIB dentre os BRICs no ano passado, 79% do total da população tinha essa sensação em 2011. No Brasil, 65%, uma queda em relação a 2010, quando 72% dos brasileiros pensavam que o padrão de vida estava melhorando por aqui. Ela também caiu na Rússia no mesmo intervalo de tempo.

Fonte: Exame

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email