BB volta a ampliar horário de atendimento nas agências de SP

A medida, já utilizada em agosto, visa amenizar os problemas decorrentes de maior demanda do início do mês. “Os sindicatos devem ficar atentos quanto ao pagamento das horas extras realizadas pelos funcionários”, avisa Cláudio Luis de Souza, diretor de Bancos Federais da FETEC-CUT/SP.

Nos dias 3, 6 e 8 de setembro, as agências e postos de atendimento do Banco do Brasil no estado de São Paulo voltarão a prestar atendimento ao público com uma hora de antecedência.

Em agências que normalmente começam a funcionar às 10h, as atividades começarão às 9h. Nos locais em que a abertura for às 11h, passará a ser às 10h. Nos dois casos, o horário de fechamento do expediente diário do banco continuará o mesmo: 16h.

A medida, já utilizada em agosto, visa amenizar os problemas decorrentes de maior demanda por conta da simultaneidade entre o pagamento dos servidores do Estado e compromissos dos principais clientes da instituição.

Conforme o BB, o banco também irá reforçar o número de funcionários nas agências para esclarecer dúvidas e auxiliar no atendimento.

“É certo que o horário estendido visa coibir o caos instalado nas agências por conta da incorporação, mas os sindicatos devem ficar atentos quanto ao pagamento das horas extras realizadas pelos funcionários e, principalmente, para que não haja fraude no ponto eletrônico”, avisa Cláudio Luis de Souza, diretor de Bancos Federais da FETEC-CUT/SP.

 

Risco iminente – A exemplo do Itaú Unibanco, o BB está com um projeto-piloto na capital paulista, de retirada de portas giratórias, colocando em risco bancários, clientes e usuários.

“As portas giratórias são mecanismos de segurança previsto em lei, por isso devem ser preservadas e não retiradas com o claro intuito de conter custos. Práticas assim devem ser denunciadas pelos sindicatos”, adverte Cláudio Luis.

 

Lucimar Cruz Beraldo

Fonte: Fetec/CUT-SP

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email