BB: Plano Odontológico:prazo implantação é 31/01

 

Cadê o plano Odontológico?

 

A implantação do plano odontológico, que havia sido adiada, tem prazo até o dia 31 de Janeiro para se realizar. A grande pedra no caminho tem sido a atuação de diretores da Cassi oriundos da Anabb que, por razões não esclarecidas, querem terceirizar o serviço sem concorrência para uma empresa associada ao Bradesco. “Foi com muita luta que o movimento sindical conseguiu garantir esta conquista, que trará aportes para a Cassi de R$ 25 milhões por ano oriundos do BB. Mas os diretores da Cassi que vieram da Anabb querem abrir mão deste recurso e trabalham no sentido oposto, querendo fechar negócio com empresas terceiras, inclusive do Bradesco, um dos principais concorrentes do BB. Quais são os motivos para isto?”, questiona Marcel Barros, coordenador da comissão de funcionários e conselheiro eleito da Cassi.

A Cassi possui um plano pronto e tem autogestão, capacidade suficiente para absorver este serviço, que traria mais recursos para a Caixa de Assistência. Não precisa terceirizar o plano, isto trará perdas financeiras e acesso de empresas alheias ao funcionalismo aos dados e serviços da Cassi.

A luta pela implantação do plano odontológico iniciou em 2001, quando na mesa de negociação conseguimos o primeiro projeto. Em 2003, após estudos, a Cassi concluiu a concepção do programa de saúde bucal. Em 2005 adquiriu junto à ANS a autorização para entrar em funcionamento com o plano odontológico. Em 2007, após a Cassi sanar o seu déficit financeiro, foi conquistada a aprovação de sua implantação.

 “A partir daí, o banco deixou de ser o problema, e a barreira agora são os diretores da Cassi eleitos pelos próprios associados para defender seus interesses. Estes diretores são da Anabb, mas defender os bancários não parece ser o forte dessa gente”, conclui Marcel.

 

 

Fonte: O Espelho, edição 258.

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email