Pesquisar
Close this search box.
Siga nossas Redes

Banqueiro não apresenta proposta nova e negociação é encerrada.

Depois de dois dias de negociações entre o Comando Nacional e a Fenaban, não houve acordo. Nesta quinta e sexta-feira foi debatido um novo modelo de PLR que distribua no mínimo o mesmo valor de 2008. O movimento bancário apresentou simulações que demonstram que é possível pagar uma PLR maior e com distribuição mais justa do que a apresentada. “Enquanto os banqueiros não apresentarem uma proposta que contemple as reivindicações da categoria, os bancários continuarão intensificando a greve”, afirma Pedro Sardi, secretário-geral da FETEC-CUT/SP.

 Além de insistir em rebaixar a PLR, os banqueiros mantiveram a posição de não apresentar proposta sobre as outras reivindicações da categoria. “Não aceitaremos acordo que não contemple aumento real, valorização dos pisos, garantia de emprego e melhoria nas condições de trabalho”, ressalta o dirigente.

 Os banqueiros demonstraram descaso com os trabalhadores e com a sociedade ao emperrar as negociações, um exemplo disso, é não terem agendado uma nova rodada de negociações. “Agora a responsabilidade está nas mãos dos donos dos bancos”, reforça o secretário-geral.

Fonte: Fetec CUT SP

 

Compartilhe!

Seu Banco

Seu Sindicato