Banco não apresenta soluções para SantanderPrevi

 

Em reunião com o grupo de trabalho, instituição financeira diz ainda ter dúvidas em relação à proposta apresentada há 21 dias

São Paulo – A terceira reunião do grupo de trabalho que discute mudanças no processo eleitoral e propostas de melhoria no SantanderPrevi ocorreu nesta sexta-feira 13.
A proposta dos representantes dos trabalhadores para adequação no processo eleitoral do plano de previdência complementar foi entregue ao Santander no dia 23 de março.

A reivindicação é que o pleito, democrático e transparente, seja definido por comissão eleitoral paritária entre participantes e banco, onde serão definidos prazos e critérios para a eleição. “Até agora, 21 dias depois de apresentarmos nossa proposta, o banco não trouxe nenhuma resposta às nossas reivindicações e alegou ter dúvidas sobre alguns pontos”, conta a diretora do Sindicato Maria Rosani, que cobra soluções concretas da instituição financeira.

> Sindicato cobra decisão sobre SantanderPrevi
> Leia a íntegra da proposta

Processo democrático – A constituição do grupo de trabalho que luta por mais transparência no processo eleitoral do plano de previdência complementar dos trabalhadores do Santander está prevista na cláusula 33ª do acordo aditivo assinado pelo sindicatos e pelo banco espanhol.
A definição dos participantes do grupo foi no dia 16 de março. No dia 23 a proposta foi entregue e uma nova reunião já tem data agendada:a 4 de maio.

Gisele Coutinho – 13/4/2012

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email