BANCÁRIOS REJEITAM PROPOSTA DA FENABAN E DECIDEM PELA GREVE NO DIA 27

Em assembléia realizada hoje na sede do Sindicato, bancários e bancárias de Jundiaí e região decidiram pela rejeição da proposta apresentada pela FENABAN (Federação Nacional dos bancos) no último dia 20, e decidiram pela deflagração de greve por tempo indeterminado a partir das 0:00 horas do próximo dia 27 de setembro (terça-feira).  A proposta foi rejeitada por 91% dos trabalhadores presentes.

Um grande número de trabalhadores de instituições privadas e estatais estiverem presentes nesta assembléia, mostrando a força e a unidade da categoria neste momento importante.

Segundo Paulo Santos Mendonça, presidente da entidade: “a proposta apresentada pela FENABAN não toca em pontos importantes para a categoria como saúde, condições de trabalho, auxilio-educação, valorização do piso salarial e dos tickets de alimentação. Enquanto o patronato fizer vistas grossas a estas reivindicações, será difícil aprovar qualquer proposta”.

Os bancários pedem 12,8% de reajuste salarial, PLR melhor, piso do DIEESE, fim das demissões e da rotatividade, ampliação do quadro de funcionários, fim das metas abusivas e do assédio moral, entre outras reivindicações.

Os bancos alegam enfrentar dificuldades em função da “crise por que passa  o sistema financeiro internacional”, mas como disse Douglas Yamagata , secretário-geral do sindicato, “no ultimo semestre,  os bancos lucraram mais de R$ 27,4 bilhões em nosso país, dando mostras de solidez e que a tal crise aqui não chegou. Eles tem  sim como atender as principais reivindicações da categoria bancária”!.

Uma nova negociação está marcada com a FENABAN para sexta-feira (dia 23) às 14 horas em São Paulo e nova assembléia de organização será realizada no Sindicato na próxima segunda-feira (dia 26) às 18:30 horas.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Jundiaí e Região

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email