Bancários assinam a CCT 2011/2012

Bancários assinam a CCT 2011/2012

 

21102011_assinaturaCCTO Comando Nacional dos Bancários e a federação dos bancos assinaram nesta sexta-feira, 21/10, a Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2012. Entre as principais conquistas, estão o reajuste salarial de 9%, que representa 1,5% de aumento acima da inflação; 12% de reajuste no piso da categoria; PLR maior, além e importantes conquistas nas questões relacionadas às condições de trabalho.

“Vencemos mais uma etapa e celebramos agora um acordo que é fruto da luta da categoria. Esperamos dar continuidade nas mesas temáticas, para que os debates agreguem novas conquistas à CCT que possam melhorar as condições de trabalho e vida dos bancários”, afirma o presidente da FETEC-CUT/SP e membro do Comando Nacional, Luiz César de Freitas, o Alemão.

As diferenças salariais e dos vales e auxílios referentes aos 9% de aumento serão creditadas na folha de pagamento de novembro. Serão dois meses de diferenças, já que a data-base dos bancários, quando o acordo de 2010 venceu, é 1º de setembro.

Injeção de R$ 7,2 bi – O reajuste de 9% nos salários, vales refeição e alimentação e aumentos nos valores da PLR significam incremento de cerca de R$ 7,2 bilhões na economia, de acordo com projeção feita pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Desse montante, R$ 1,97 bilhões referentes à antecipação do pagamento da PLR serão injetados em até 10 dias depois da assinatura do acordo.

“Vamos continuar combatendo essa visão errada de que salário gera a inflação. Pelo contrário: com salários melhores, os trabalhadores movimentam a economia local e indiretamente as grandes indústrias, gerando um impacto positivo na sociedade e fortalecendo o mercado interno”, explica alemão.

Diferenças Salário e Verbas (R$)

Salário c/reajuste

Diferenças
Salário Set.
Diferenças
Salário Out.
Diferenças
VA (set/out)
Diferenças
VR (set/out)
Total
1.400
150
150
56
71,72
427,72
1.900,36
191,31
191,31
56
71,72
510,34
2.170
232,50
232,50
56
71,72
592,72
2.725
225
225
56
71,72
577,72
3.270
270
270
56
71,72
667,72
3.815
315
315
56
71,72
757,72
4.905
405
405
56
71,72
937,72
5.450
450
450
56
71,72
1.027,72
6.540
540
540
56
71,72
1.207,72
7.630
630
630
56
71,72
1.387,72
8.720
720
720
56
71,72
1.567,72

(1) Os bancários receberão em novembro os auxílios alimentação e refeição
já reajustados além das diferenças retroativas a setembro e outubro de 2011

(2) Valores referentes as diferenças retroativas a setembro e outubro entre o vale
refeição mensal de R$ 399,30 em 2010 e R$ 435,24 a partir de setembro de 2011.

(3) Valores referentes as diferenças retroativas a setembro e outubro entre o
vale alimentação de R$ 311,08 em 2010 e R$ 339,08 a partir de setembro de 2011

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email