Assinado Acordo Aditivo do Santander

Assinado Acordo Aditivo do Santander

Documento garante e amplia conquistas; banco se comprometeu com a venda responsável de produtos

São Paulo – Os representantes dos trabalhadores e a direção do Santander Brasil assinaram a renovação do Acordo Aditivo à CCT da categoria nesta terça-feira 21 que garante conquistas e direitos específicos dos bancários do Santander por dois anos. Este ano, pela primeira vez, também foi assinada uma declaração conjunta pela venda responsável de produtos.

O Acordo Aditivo 2012/2014 mantém conquistas anteriores e avança em outros pontos. Em uma nova cláusula social, por exemplo, o banco se compromete a garantir igualdade de oportunidades a todos os trabalhadores da empresa, inclusive às pessoas com deficiência.

Também foi ampliado o número de bolsas de estudos para primeira graduação, de 2.300 para 2.500. Elas cobrirão até 50% do valor da mensalidade, com teto de R$ 410, que será reajustado pelo índice que for acordado com a Fenaban em 2013.

Ficou acordado mais uma vez o não desconto na PLR dos programas próprios de participação nos resultados. O documento estabelece ainda que nenhum funcionário do banco receberá menos do que R$ 1.600 a título de remuneração variável.

Duas outras cláusulas foram ampliadas. Ficou estabelecido que os empregados que utilizarem a licença não remunerada de até 30 dias por ano – para acompanhar o cônjuge e parentes de primeiro grau e por afinidade que estão com problemas de saúde – passam a receber os vales refeição e alimentação nesse período.

Já na licença-adoção, a empresa concordou em retirar a limitação do período de afastamento em função da idade da criança a ser adotada, em conformidade com a legislação. A partir deste acordo, portanto, os pais adotivos podem ter 120 dias de licença ou optar pelos 180 dias, independentemente da idade da criança.

O Santander também assinou termos de compromisso de que manterá o patrocínio ao Banesprev e Cabesp.

Venda responsável – A histórica assinatura da declaração conjunta pela venda responsável de produtos torna o Brasil o primeiro país da América Latina com o qual o grupo espanhol estabeleceu esse compromisso. O acordo é similar ao que o Santander assinou junto aos países da Comunidade Europeia onde atua.

“A venda responsável de produtos pelas instituições financeiras é uma campanha mundial da UNI (Sindicato Global) e o compromisso assumido pelo Santander deve servir de exemplo a outros bancos que atuam no país e no continente americano. É um passo inicial importante para o debate de um tema tão caro a trabalhadores, clientes e à sociedade como um todo”, ressalta a diretora de Finanças do Sindicato e coordenadora da mesa de negociação com o banco, Rita Berlofa.

A dirigente também parabeniza os bancários pela conquista de mais um Acordo Aditivo. “É um acordo extremamente importante porque garante direitos por dois anos e traz tranquilidade aos bancários brasileiros num momento de crise na Europa. Trata-se de uma vitória dos trabalhadores”, conclui.

Andréa Ponte Souza – 21/8/2012

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email