Adiada votação nesta semana do fim do fator previdenciário na Câmara

 

Adiada votação nesta semana do fim do fator previdenciário na Câmara

 
A votação do Projeto de Lei (PL) nº 3299/08 que estabelece o fim do fator previdenciário foi adiada na Câmara dos Deputados. Líderes partidários podem se reunir com o governo, na próxima semana, para discutir o impasse.

O líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), reafirmou nesta quarta-feira (28) que a intenção do Planalto é não votar a matéria, mas vai pedir que a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, ouça os líderes sobre o tema.

“Eu não posso dizer que vai haver negociação. Tem uma pressão para que seja votado. Nós respeitamos todos interlocutores, tanto aposentados, como sindicalistas. Agora, a posição do governo é que não deva ser votado, mas me comprometi a buscar a ministra Ideli para que se estabeleça algum grau de contato da ministra com os líderes da base.”

Nesta quarta-feira, centrais sindicais e aposentados lotaram os corredores da Câmara para novas manifestações pela votação da proposta que cria uma fórmula alternativa ao fator previdenciário. Pelo texto, as aposentadorias não seriam reduzidas se a idade ao se aposentar somada ao tempo de contribuição resultar em 85 anos no caso das mulheres e 95 no caso dos homens.

O governo teme, no entanto, que ações na Justiça obriguem o pagamento integral aos aposentados que tiveram desde o ano 2000 o benefício reduzido pelo fator.

Fonte: Contraf-CUT com Agência Câmara

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email